Dicas Essenciais para Pedalar Sozinho(a)

Dicas essenciais para pedalar com segurança
Categoria: Ciclismo

Antes de começar a pedalar, é uma boa ideia ter alguns equipamentos essenciais para tornar seu tempo em cima da bicicleta mais seguro e agradável.

1 - Utilize os equipamentos básicos de segurança

Capacete: Um capacete é fundamental e, em alguns países, pode ser uma exigência legal.

Não vale usar um capacete velho, especialmente se já se envolveu em um acidente (se foi, troque-o imediatamente) ou em uma simples queda.

Os capacetes têm uma vida útil limitada: recomenda-se a substituição a cada 5 a 10 anos.

No caso de procurar um novo, encontre algum que possua um sistema de proteção contra impacto multidirecional (MIPS)*.

Bomba de bicicleta: um pneu furado pode prejudicar o seu passeio, mas uma pequena bomba de bicicleta portátil e um remendo pode colocá-lo(a) de volta na estrada rapidamente. Você também pode cogitar o uso de pneus tubeless para evitar que pequenos furos esvazie seu pneu.

Mini kit de primeiros socorros: um kit de primeiros socorros com um punhado de itens essenciais pode ser útil para ferimentos leves.

Multiferramentas: uma multiferramentas pode ajudá-lo(a) com pequenos reparos off-road ou permitir que você possa pedalar até a oficina mais próxima.

Luzes de ciclismo dianteiras e traseiras: assim como os capacetes, as luzes dianteiras e traseiras das bicicletas podem ser obrigatórias dependendo do seu país e das leis locais.

Os faróis dianteiros das bicicletas iluminam a estrada à frente, sinalizam sua presença para motoristas e pedestres e reduzem os acidentes de bicicleta. Não deixe de investir neste item de segurança pois, além de ser um dos itens mais baratos no ciclismo, pode literalmente salvar sua vida.

Dicas para Pedalar Sozinho(a)

2 - Faça uma vistoria na Bike

Esteja você planejando um passeio de bicicleta de curta ou longa duração, faça essas verificações antes de sair:

Inspecione seus pneus: calibre os pneus com a pressão adequada e verifique se há algum objeto estranho nos cravos do pneu.

Examine a corrente da sua bicicleta: gire seus pedais no sentido anti-horário para garantir que sua corrente esteja se movendo suavemente e sem ruído. Recomenda-se limpar e lubrificar a corrente com, pelo menos, um dia de antecedência.

Verifique a altura e a posição do Selim e a altura do guidão.

Verifique seus freios: faça um pequeno teste para verificar o funcionamento dos freios.

Faça um teste rápido: um curto teste na rua o alertará sobre qualquer outra coisa que precise de atenção.

3 - Utilize aplicativos de Geolocalização e Monitoramento

Antes de sair por ai, principalmente no Brasil, é bom deixar alguém avisado do trajeto que percorrerá e sua duração. Existem alguns aplicativos onde é possível compartilhar sua localização e informar um contato quando não fizer um check-in em períodos preestabelecidos. São eles:

bSafe, um aplicativo disponível para iOS e Android, rastreia sua localização com rastreamento GPS ao vivo.

O aplicativo também inclui um recurso ‘Follow Me with Timer’. Você faz com que o bSafe siga seus passos por um período específico de tempo. Se você não fez check-in quando o tempo acabou, o alarme alertará seus amigos.

ROADiD, um aplicativo disponível para iOS e Android, usa um recurso ‘eCrumb Tracking’ para compartilhar sua localização durante a condução. Se você parou de se mover por mais de 5 minutos, o ‘Alerta Estacionário’ notificará seus contatos selecionados.

O aplicativo inclui a capacidade de personalizar a tela de bloqueio do seu telefone para fornecer suas informações médicas aos socorristas em caso de emergência.

Strava, um dos softwares de monitoramento mais utilizado pela comunidade, permite criar “zonas de privacidade”. Com essa função, você pode ocultar seu ponto de partida e dessa forma não revelar sua casa, por exemplo.

4 - Busque uma Motivação

Posso apostar que seu primeiro gostinho de liberdade quando criança veio de um conjunto de duas rodas: sua bicicleta. Afinal, o ciclismo abre um novo mundo de possibilidades – estradas para explorar e novos equipamentos para fazer bom uso. Mas isso não é tudo. Há ainda mais coisas boas que vêm do ciclismo. Você obterá enormes benefícios para a saúde pedalando como por exemplo:

  • Reduzir o estresse
  • Ter mais energia
  • Aumentar sua felicidade
  • Dormir melhor
  • Melhorar a função cerebral

5 - Utilize ciclovias, ciclofaixas ou regiões frequentadas por ciclistas

Nos últimos anos, a malha de ciclovias e ciclofaixas aumentaram substancialmente nas cidades brasileiras. Apesar de ser apenas o começo de uma transformação urbana, é cada dia mais comum encontrar grupos de ciclistas treinando ou apenas se divertindo. Dê preferência em usar esses mesmos trajetos pois, mesmo pedalando sozinho(a), existe uma boa possibilidade de ter alguém por perto para caso você precise.

Se não possui o hábito de sair ou não conhece bem a região em que pretende andar, você pode utilizar o Strava para encontrar as rotas mais populares entre os ciclistas. Se, devido a pandemia do Covid-19 você não puder sair, o aplicativo também te ajuda a se manter em forma em casa.

6 - Leve seus documentos

Por mais básico que seja, muitas pessoas simplesmente não pedalam com sua documentação ou confiam apenas em documentos digitais como a CNH eletrônica.

Seja em um acidente ou em uma situação menos grave, poderá haver uma necessidade de ser identificado.

7 - Não esqueça a água e um lanche

Manter-se hidratado e bem alimentado é fundamental em qualquer atividade física e não é diferente no ciclismo. Quando começamos a praticar, é normal sentirmos vontade de beber água com frequência. A medida que nosso corpo se adapta a atividade, passamos a ficar mais tempo sem sentir sede mas ainda assim é essencial se hidratar mesmo nos trajetos mais curtos.

Conclusão

Bom, temos uma lista básica de equipamentos para iniciar no ciclismo, um rápido checklist de verificação da bike e algumas dicas de segurança e motivação para ajudá-lo(a) a pedalar sozinho com um pouco mais de tranquilidade. Lembre-se, nenhuma atividade é facil no inicio mas andar de bicicleta pode ser tornar uma das coisas mais prazerosas no seu dia-a-dia. Portanto, comece hoje mesmo!

O que significa MIPS?

MIPS ou “Multi-directional Impact Protection System” é uma tecnologia que imita o mecanismo de proteção natural de nosso cérebro, fornecendo ao capacete uma camada de baixo atrito entre a parte externa e seu revestimento. Dessa forma, além de proteger contra quedas verticais como capacetes convencionais, os desenvolvidos com tecnologia MIPS podem reduzir o dano causado por impactos angulares na cabeça como os que frequentemente ocorrem quando estamos em velocidade na bicicleta.

Saiba mais: https://mipsprotection.com/

Você Sabia?

Compartilhar

00votar
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x